Para facilitar a explicação, vamos dividir as pomadas em  três classes: composição, tipo de finalização (matte ou brilho) e consistência.

Quando falamos em consciência, podemos dividir em pomadas a base de água e a base de óleo.

A BASE DE ÁGUA

Uma pomada à base de água ou solúvel em água é um produto capilar que utiliza uma fórmula que contém água, certo? 

A singularidade disso é que ele cria um produto que se decompõe facilmente, facilitando a aplicação e a eliminação. Não são necessários sabonetes ou shampoos especiais para liberá-lo do cabelo. 

A consistência é cremosa e suave, o que pode ser aplicado nos cabelos com facilidade. Nossos avós ficariam Os avós ficariam entusiasmados se já existisse esses produtos naquela  época.

As pomadas a base de água funcionam bem com todos os tipos de cabelo e, especialmente, em cabelos oleosos, grossos, encaracolados que às vezes podem ser difíceis de pentear usando outros tipos de produtos.

Para quem tem cabelos oleosos as pomadas a base d`água também são indicadas. Como ela não conta óleo que ˜lacra” a hidratação dos fios, elas ajudam a equilibrar a oleosidade do cabelo. 

POMADAS A BASE DE ÓLEO

Este é o tipo de pomada old school, mas que está viva e ainda é superpopular por um bom motivo. Ele possui um método e uma retenção verdadeiramente únicos em sua fórmula, que proporcionam uma aparência que muitas pessoas realmente desejam: brilho e boa fixação. 

A consistência da cera é lisa e muito suave ao aplicar nos cabelos. Devido ao fato de não secar, isso cria uma aparência mais úmida que pode ser retrabalhada ao longo do dia.

Hoje em dia, os óleos geralmente usados nas pomadas são naturais e saudáveis, ou seja, não agridem o cabelo e nem o couro cabeludo.

Se por um lado, é uma pomada fácil de ser aplicado, por outro não é tão fácil de ser removida do cabelo. É necessário lavar bem o cabelo para sair todos os resíduos.

As pomadas à base de óleo são indicadas para quem tem cabelo crespos ou seco. O óleo que contém na fórmula geralmente é natural e tem o objetivo de “lacrar” os fios, ou seja, impedir que os fios fiquem desidratados. Como óleo e água não se misturam, esse óleo da pomada impede que que a umidade dos fios evapore, deixando assim os fios mais hidratados ao longo do dia.